quarta-feira, 13 de maio de 2009

Decisões.

Se eu pudesse falar para todas as pessoas, absolutamente todas, bem baixinho, no ouvido de cada uma, para que as minhas palavras entrassem em suas cabeças e não saíssem nunca mais, falaria de decisões.

E diria que elas influem no futuro, mas que jamais são definitivas, por mais que você passe horas, dias e noites com medo de tomá-las, por receio de sofrer suas consequências para sempre.

Diria que as decisões, depois de tomadas, fazem com que você entre em um túnel, e que por mais que certas coisas em que acreditava mudem, você só vira à esquerda, se o túnel oferecer essa opção. E você vai aceitando, aceitando e aceitando, em respeito à sua própria decisão.

Diria que nunca vai ser perfeito, e que o outro caminho também não seria, por mais que você se incline a pensar que se tivesse optado diferente a vida seria mais feliz.

Diria que em busca da felicidade é completamente aceitável optar pela marcha ré.

Mas para dizer essas e outras coisas, para todas as pessoas, todas mesmo, precisaria que a minha boca chegasse aos meus próprios ouvidos, e que as palavras ficassem aqui mesmo, passeando pela minha cabeça.

Só para decidir tranquila.

5 Comments:

Blogger b arrais said...

gostei desse texto...

5/13/2009 10:51 AM  
Blogger d meira said...

isso.

tem que decidir e aceitar a decisão. pra poder ser feliz.

tem gente que não aceita, tem gente que acha que decide, mas nem sequer decidiu.

cheia de interrogações, eu.

d.

5/13/2009 11:51 AM  
Anonymous Aline said...

Foi pra mim, total.
Amo você

5/13/2009 4:30 PM  
Blogger GK. said...

Pra todos nós.

5/14/2009 12:39 AM  
Blogger Edna said...

me fez pensar num monte de coisas! beijos, gabis! saudade de vc!

5/26/2009 7:46 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home