sexta-feira, 24 de abril de 2009

Monogamia.

Sim, ela morreu. De fome.

Quarenta dias após a morte do comanheiro, nada comia.

Tristeza dilascerante por ter perdido o parceiro de uma vida, tantos mergulhos felizes.

Poderia dizer que tanta entrega, só mesmo no mundo animal.

Mas acho que, independentemente da espécie, só podia ser mulher mesmo.


Ô, meu Deus...

1 Comments:

Blogger Marcela Pontual said...

Tu ta de volta??? Que coisa boa.
Vou continuar acompanhando.
Beijocas

4/28/2009 7:07 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home