quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Pressa.

Eu vivo com pressa.

Quando tenho uma horinha livre é um bom motivo para pegar aquele compromisso que estava sem tempo na pauta, e encaixar.

A pressa já fez por mim mais do que eu queria. É um amigo querido me liga em uma hora que eu não podia atender, e eu não retorno. A pressa me causou náuseas, dores nas costas e na cabeça. Me fez parar de ler o que gosto para ler apenas o que preciso.

Pressa para tudo, atenção em nada. Saio da aula e uma hora depois fico exercitando lembrar o que foi dado. Às vezes não consigo.

Penso no que falta em casa na hora do trabalho, e não passo para comprar. O cansaço não deixa.

Como mal e o sono nunca é suficiente.

Eu já sei o que você está pensando...vou tentar, prometo!

2 Comments:

Blogger Aline said...

Identificação total com este post, Gabi.
A pressa impede que eu faça tanta coisa que gosto e curta mais as pequenas coisas do dia a dia.
Mas eu também vou tentar ir mais devagar.
Bjo, sua linda!

11/12/2009 8:05 PM  
Anonymous d meira said...

"ando devagar, porque já tive pressa..." estou tentando, na verdade.

será que precisa de tanta pressa?

adicionei no meu horário o 'estudinho' e a capoeira. ou seja, tem tempo sobrando, a gente que não [quer] vê.

será?
arrume um tempo pra gabriela, aposto que tem. ela vai amar!

te amo, d.

11/13/2009 10:17 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home