segunda-feira, 13 de julho de 2009

Sorria, nada é perfeito.

Eu vivo procurando defeitos nas coisas, justamente para corroborar com essa tese, a minha, de que nada é perfeito, e que se está assim, você não está procurando direito.

Não deve, inclusive.

Pra que procurar uma escapada na linha do delineador, um buraquinho na meia ou, até, um cravo no lindo nariz?

É, eu procuro.

Cacuete de quem quer ser feliz e de quem, se continuar desse jeito, não vai ser nunca.

Certo, ok, lindo. Mas se você parar de procurar talvez deixe escapar aquele que vai ser o fio da meada pro fracasso futuro, e que se você tivesse dado a devida atenção, evitaria a frustração.

Louca eu, né?

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home